Como a Nasa levará a primeira mulher à Lua até 2024

ANÚNCIO

A Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa), desenvolveu um plano de retorno à Lua, com o investimento de US$ 28 bilhões (cerca de R$ 150 bilhões). A previsão é de levar a primeira mulher ao satélite natural da Terra, em 2024.

O programa se chama Artemis, e terá como tripulantes um homem e uma mulher. A última visita dos humanos à Lua foi em 1972. Para a Nasa encurtar a distância das datas, e conseguir executar o plano como previsto, o Congresso precisa liberar US$ 3,2 bilhões.

ANÚNCIO

Os astronautas serão enviados para o espaço por meio da cápsula Orion, semelhante a utilizada no Programa Apollo. O foguete que impulsionará o par de voluntários, será o SLS.

Como a Nasa levará a primeira mulher à Lua até 2024
Fonte: (Reprodução/Internet)

Nasa precisa de ajuda do governo americano

Segundo Jim Bridenstine, administrador da Nasa, o orçamento para a missão Artemis é alto, por conta do financiamento do foguete, da cápsula Orion, do sistema de aterrizagem e das roupas para os astronautas.

O dirigente ainda explicou que, o requerimento do orçamento ao Congresso, servirá para a construção do sistema de pouso humano em 2021. Por isso, o recebimento dos US$ 3,2 bilhões, é muito importante para que o programa não atrase.

ANÚNCIO

Um projeto de lei, que contempla US$ 600 milhões para Nasa, foi aprovado pela Câmara dos Deputados dos EUA. Entretanto, a organização espacial ainda necessita de mais recursos para a execução do plano de retorno à Lua.

Primeira mulher a pisar na Lua ainda não foi selecionada

Os tripulantes da Orion ainda não foram divulgados pela Nasa. Bridenstine, em entrevista à emissora CNN de 2019, disse que a primeira mulher a pisar na Lua seria alguém com experiências em voo que já esteve na Estação Espacial Internacional e que já figura o grupo de astronautas da agência.

No dia do depoimento à CNN, 12 astronautas constituíam o corpo feminino da Nasa. O curso de treinamento deste ano recebeu mais 5 novas mulheres. O chefe da Nasa disse que a escolha do grupo de astronautas da Artemis deve ser feita ao menos 2 anos antes da primeira missão.  Em detrimento à própria afirmação, Bridenstine disse:

“Acho que é importante começarmos a identificar a equipe Artemis mais cedo… principalmente porque acho que vai servir como uma fonte de inspiração”, ressalta o administrador.

Fases da missão serão de extrema importância

A fase 1 do plano Artemis, consiste em um voo sem tripulação que visitará o entorno da Lua. A previsão para a execução da Artemis-01 é no outono de 2021. Kathy Lueders, chefe de voo espacial humano da Nasa, explicou que a fase duraria um mês, e que é de extrema importância para a próxima etapa.

A nova novidade nessa missão é um teste inédito. Após a Orion se separar do foguete SLS, os astronautas vão comandar manualmente a nave. Por isso, será testada uma operação de proximidade. A demonstração poderá contestar a direção da Orion e o software da máquina.

A fase Artemis-3 será a missão final que levará o humano à Lua, desde a Apollo 17, que realizou o feito há 48 anos atrás.

ANÚNCIO