Representatividade: Oscar adiciona critérios de inclusão para premiação diversificada

ANÚNCIO

Recentemente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou que a diversidade será um requisito para eleger um título que merece o Oscar. O requisito não será cobrado aos filmes que serão lançados este ano. 

Já faz algum tempo que os internautas vêm observando que existe a ausência de diversificação na hora da escolha dos vencedores do Oscar. No entanto, a Academia de Artes tentou implementar a nova regra rapidamente. 

ANÚNCIO

A notícia chegou depois que a Academia inseriu a diretora Ava DuVernay e a produtora Lynette Howell Taylor no conselho de governadores. A necessidade da solução do problema é urgente e todas as vozes necessitam ser ouvidas, sendo esse o critério de inclusão da categoria.

Representatividade: Oscar adiciona critérios de inclusão para premiação diversificada
Fonte: (Reprodução/Internet)

Diversidade representada nas telas

Não foi apontado claramente quais ações que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tomará, porém tudo aponta que serão abordadas sugestões do British Film Institute, já que foi o primeiro órgão de premiação a aderir aos critérios de diversificação. 

Uns dos critérios da British Film Institute é que todas as entradas na Grã-Bretanha devem ter representação na tela, temas e narrativas, e também acesso e oportunidades da indústria. A nova iniciativa da Academia foi chamada de “Academy Aperture 2025”.

ANÚNCIO

Novos painéis com temas sociais

Além dessa mudança, haverá uma série de painéis do ambiente do Diálogo da Academia, como “para os membros e o público sobre raça, etnia e história”. O próximo painel chamado “o impacto de tropos racistas e estereótipos prejudiciais nos filmes de Hollywood” será acolhido pelo membro da academia Whoopi Goldberg.

Ainda não foi anunciado uma data para a implementação dos novos painéis e requisitos, mas especula-se que será a partir de 2021. A Academia de Artes ainda está em fase de ajuste, portanto as abordagens serão modificadas e espera-se que mais novidades sejam anunciadas em breve. 

Mudanças afetarão o museu da Academia em Los Angeles

O museu da academia de Los Angeles, infelizmente, também sofrerá modificações em sua construção. O projeto que custa US$ 388 milhões sofreu algumas reduções em seu desenvolvimento, pois a captação de recursos adequados para a finalização está escassa. 

Porém, é provável que o museu abra suas portas ainda no final deste ano, mesmo que isso possa demorar por conta da pandemia mundial. Por ora, a única solução é esperar e ver o que acontecerá com a inauguração do museu, juntamente com a transmissão dos prêmios do próximo ano. 

ANÚNCIO