Temática feminina:Filhos na maturidade

ANÚNCIO

Quando se é mãe a partir dos 40

Mulheres que tem filhos na fase da maturidade, ou mais tarde do que o costume, como por exemplo, no período da menopausa que nem sempre é a partir dos cinquenta anos, pois há alguns casos em que pode haver a menopausa
precoce, apesar de não ser muito falada. Algumas dessas melhores sentem-se envergonhadas ao engravidar.

Não deveriam se sentir assim, com vergonha, nutrindo o pensamento e a atenção no que os outros vão falar, uma vez que já tenha filhos adultos e às vezes até netos.

ANÚNCIO

Há também outros casos em que a mulher por motivos profissionais e de estabilidade, decidem ter o primeiro filhos mais tarde, a partir dos quarenta anos. E daí, é uma escolha, ou então aconteceu, o que os
outros tem com isso?

Vamos retratar um pouco o que acontece na esfera dessas maduras mães.

Temática feminina:Filhos na maturidade

ANÚNCIO

Muitas pessoas querendo agradar, em se tratando do âmbito comercial, ao verem uma mulher balzaquiana ou mais madura com uma criança pequena no colo, pergunta se é neto ou se refere diretamente como se fosse.
Ora, isso é uma grosseria. Não tem que adivinhar é claro, mas não é nada absurdo uma mulher engravidar mais tarde do que o que foi ditado pelos antigos moldes da sociedade.

Falsos padrões

Esses padrões de que tem tempo para tudo, está na cabeça de quem parou no tempo, aliás; sempre se teve casos de mulheres grávidas na menopausa, o famoso temporão. Só que atualmente, a realidade feminina com seu
novo perfil no espaço profissional, a mulher está fazendo um planejamento para ter seu filho mais tarde, no momento em que acredita ser o mais oportuno.

Essa decisão está ligada aos fatores do mundo atual em que vivemos, hoje, os apelos são outros se comparados a de tempos atrás em que a mulher tinha o marido como seu único provedor, enquanto ela ficava em casa. Nas
classes menos favorecidas, as mulheres saiam para trabalhar, mas mesmo assim, a maioria procurava por serviços que pudessem desenvolver em casa como lavar e passar roupas, costurar, etc…

Agora, em muitas famílias, mesmo solteira, a mulher é a principal provedora, ou quando casada auxilia o marido e para ter uma melhor qualidade de vida, se empenha em estudar e se projetar para as oportunidades.

Por tanto, ter um filho na maturidade, é uma escolha pessoal de cada uma e quando acontece sem planejamento, também é perfeitamente normal.

ANÚNCIO