Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo

ANÚNCIO

De cima de um prédio. Do alto de um guindaste. Em um campo de futebol. Com um skate. O que você espera ver nesse texto? Saiba que temos aqui 14 imagens de pura emoção e só para quem coração forte, hein. 

Capturamos da internet, de vários sites, essas imagens que mostram os praticantes de parkour mais corajosos (ou malucos) do mundo. Você vai se impressionar. 

ANÚNCIO
Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

14 – No skate

Há uma imagem na internet de um praticante de parkour que faz um movimento dos mais perigosos do mundo. Isso porque ele usa um skate para isso, misturando a modalidade com o skateboarding. E tudo acontece de cima de um edifício bem alto. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

O praticante fica até uma extremidade lateral e chega a ficar muito pouco de cair. Apesar de não ter sido exatamente um movimento, como um salto, foi uma aventura e tanto, que só de olhar a imagem já dá aquele friozinho na barriga. 

13 – Na estrutura de uma torre

Um ponto curioso sobre esse movimento é que ele foi praticado por um casal e não apenas por um único praticante. Estamos falando de um homem e uma mulher que subiram em uma estrutura de ferro de uma torre e ficaram apoiados nela, sem equipamento algum. 

ANÚNCIO
Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

É um tipo de parkour chamado de solo, onde os praticantes visam monumentos históricos e estruturas da construção civil para fazer suas “artes”. Nesse caso, eles são italianos e, ao que tudo parece, se inspiraram no Super Mario Bros.

12 – No estádio de futebol

A grande curiosidade está na escolha do terreno onde o parkour seria praticado. Estamos falando de um estádio de futebol, que possui todo tipo de obstáculos para que seja atravessado. Mas, há um praticante que conseguiu essa façanha. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ele acabou sendo conhecido porque fugiu da temática de subir ou escalar ou pular em prédios, o que é mais comum de ser observado. Assim, desbravou um novo lugar para o esporte. No entanto, continuou usando as mesmas técnicas, como de big jump, salto em distância, etc. 

11 – Do lado de fora do prédio

Não soubemos muito bem como escrever esse tópico porque é aquele tipo de imagem que vale mais do que mil palavras, sabe? Assim sendo, é uma dupla de praticantes, onde um fica dentro e o outro fora do prédio.

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Eles se seguram apenas pelas mãos, aumentando considerando o risco de queda e a emoção do esporte de aventura. Como dá para ver, eles não usam equipamentos de segurança, o que poderia indicar que uma queda daquela altura seria fatal.

10 – No guindaste

E para quem acha que já viu de tudo, saiba que tem também um movimento que aconteceu em um guindaste. E o “maluco” do praticante está segurando apenas com uma das mãos. O mais legal é ver que abaixo dele só tem campos, matos e verde.

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, uma manobra errada ali poderia custar bem caro. Se você observar bem a imagem vai ver que estamos falando de um traceur (nome do praticante de parkour) conhecido hoje em dia: James Kingston, chamado de “demolidor” pelos amigos de profissão. 

9 – Com prancha ao ar livre

É isso mesmo que você acabou de ler. Temos a imagem de um traceur (praticante do le parkour) que simula uma prancha no ar livre, é brincadeira? É um movimento feito em torneios de musculação, só que muito raro de se ver ao ar livre, né.

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Agora, de um jeito ou de outro, faz todo sentido já que o parkour é considerado um esporte que trabalha com todas as partes do corpo. E esse tipo de imagem só mostra o quão treinado esse praticante estava. Aliás, dá para ver que ele está a uma altura considerável. 

8 – De cabeça para baixo

Agora, aquele tipo de imagem que você vai ver e rever até acreditar. Ou seja, nem vendo dá para acreditar, sabe? É um esportista de parkour que está em cima de uma estrutura de ferro, simplesmente, se vira de ponta cabeça. Isso foi perigoso ao extremo, não acha?

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Agora, devido a qualidade da imagem pode ser que você fique desconfiado da veracidade dos fatos. E, sinceramente, nós também ficamos. De todo modo, seria algo bem inusitado, né. 

7 – Salto de cabeça para baixo

E mais do que ficar de cabeça para baixo, que tal fazer um salto nessa posição? E isso com uma mão só, hein. Com a outra, o praticante registra a sua façanha, que poderia ter sido até mesmo a última foto dependendo do resultado final, né. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Os pés ficam presos em alguma parte do edifício, mas não se sabe ao certo a confiabilidade daquilo. A imagem está congelada, obviamente. Só que há um vídeo dela na internet que mostra ele fazendo abdominais ali mesmo, naquela posição, com muita adrenalina.

6 – No prédio da metrópole

O que seria do parkour se não fosse a coragem dos atletas, mas também a beleza das paisagens, não é mesmo? Além de campos, encontramos aqui um registro de uma metrópole. E o praticante está bem no cantinho do solo em cima de um edifício.

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Os pés estão a pouco centímetros de significar uma queda mortal. Mas, vamos combinar, a cena é linda, não é? Parece de filmes futuristas.

5 – Na pirâmide

Essa imagem já rodou o mundo está entre aquelas que vemos quando o assunto é esporte radical. O salto foi feito em um prédio em forma de pirâmide. O traceur se posiciona bem na ponta do edifício e a cena mostra o momento em que ele se prepara para o salto. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Pelas condições e estrutura, o prédio parece escorregadio. Mais do que isso, a física nos mostra que o natural seria ele ir queda abaixo, né. Mas, parece que tudo ocorreu bem e por mais arriscado que fosse, o salto deu certo, mostrando muita força física do atleta. 

4 – Em alta velocidade

Essa cena é de filme ou de ficção, sei lá. Olha isso. Uma das manobras mais perigosas de todos os tempos e em todos os tipos de esportes da vida, amigo. Jamais seria feita por iniciantes ou alguém sem coragem, né. A recomendação é: não tente fazer isso, jamais. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

E vamos aos fatos. Estamos falando de um praticante que escolheu um prédio íngreme, em declive e foi lá e escorreu. Na imagem pode não parecer, o movimento tem uma curva embaixo, sendo que se ele não conseguiu fazer a curva possivelmente teve uma queda fatal.

3 – Com equilíbrio

Esse não é bem um salto. E sim uma caminhada que exige muito equilíbrio. Isso porque ela está sendo feita em cima de uma estrutura de ferro, que é arredondada e que fica muito muito muito alta mesmo. Aliás, o praticante está sem qualquer ajuda de segurança. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Além de equilíbrio, força, concentração, coordenação motora dá para ver que ele também acredita muito na sua habilidade, certo? Isso é o que chamamos de autoconfiança, não?

2 – Com uma mão só

Já chegando ao fim do texto, considere uma manobra que é muito conhecida e muito treinada. Ela é um movimento onde o praticante faz uma espécie de uma “estrela”, mas fica estagnado em um braço só. Agora, não é comum ver isso bem na ponta de um prédio, né. 

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

A foto mostra que o parkour não tem limites quando o assunto é a altura. Seria esse um esporte dos mais radicais do mundo? Com os praticantes mais loucos do planeta? Essa imagem no parapeito mostra que essa resposta pode ser positiva. 

1 – No guindaste (de novo)

Para fechar o texto, vamos ao top 1, que também acontece em um guindaste, que está bem alto e com um praticante muito corajoso. Ele segura com uma mão só enquanto a outra “descansa” na cabeça. Isso prova que esses atletas gostam de um guindaste alto, não?

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Aliás, tente observar de novo a foto. Olha só como ele se segura no equipamento, apenas com as pontas dos dedos. Meu pai amado, isso vai além do que podemos chamar de coragem, hein. 

In memorian

Vamos citar aqui uma última imagem, que é de Wu Yongning, que foi um escalador, praticante de parkour, que fez vários vídeos e tem várias imagens das suas aventuras no céu.

Esses foram os 14 movimentos de parkour mais perigosos já feitos no mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ele morreu em 2017, justamente quando gravava cenas para um curta-metragem sobre o esporte. Além disso, ele já havia trabalhado como dublê em filmes e tinha treinamento em artes marciais também. 

Os requisitos para praticar parkour

Como vimos acima, esse é um esporte bem completo, já que exige muita força do atleta, assim como concentração, entre outros requisitos. O que se recomenda é que não se faça movimentos tão arriscados assim se você é iniciante.

Já se você é experiente, obviamente, o risco fica por sua própria conta. Um dos pontos legais de observar é que o parkour também aparece muito em filmes, mas como se fosse uma luta de alto defesa. Já nessas imagens acima, o que vimos é um esporte radical de muita emoção.

ANÚNCIO