As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos

Talvez você não acredite, mas saiba que o Brasil está entre um dos países que mais praticaram as torturas no mundo – mas, abaixo de regimes nazistas, obviamente. E quando a gente une todas as formas de tortura praticadas no mundo, o resultado é inevitavelmente assustador.

ANÚNCIO

Por exemplo, no Brasil de 1964, na época da Ditadura Militar, os nossos ditadores usaram técnicas que haviam sido testadas na descolonização da Argélia algumas décadas antes. E mais de 6 mil pessoas sofreram com isso. Há ainda métodos chilenos e muitos outros. Vamos ver.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

14 – Golpes

Os golpes fazem parte dos métodos de torturas mais antigos do mundo. É claro que não é o mais chocante de todos e, por isso mesmo, está aqui no topo da lista. Mas, a gente não poderia deixar de lado, já que é uma técnica comum e usada no mundo todo.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Basicamente, com mãos espalmadas, os torturados batem nas orelhas dos prisioneiros. Isso os deixam desnorteados e alguns desmaiam. Há ainda golpes com socos e chutes, além dos cassetes. Em alguns casos, esses golpes provocam inchaço e a quebra de ossos.

13 – Choque Elétrico

Não tenha dúvidas disso. O choque elétrico é a forma mais comum, mais usada e mais conhecida de tortura que existe até hoje no mundo. Ela acontece através das descargas elétricas que são violentas e podem acontecer em várias partes do corpo.

ANÚNCIO
As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, nas orelhas, no ânus, na vagina ou no pênis. O método mais antigo colocava o torturado em um assento de madeira revestido de zinco, chamado de cadeira do dragão. Depois, havia um balde de metal na cabeça que era conectado a eletrodos.

Então, o torturado sentava-se nu em uma cadeira molhada e recebia as descargas elétricas por todo o corpo. Dá para imaginar a dor disso, amigo?

ANÚNCIO

12 – Estupros

Dá ranço falar disso, mas, por fazer parte da história da tortura, nós temos que cumprir o nosso papel de comunicadores. Os estupros eram e até hoje são formas de tortura. Não é raro que prisioneiros sejam estuprados por grupos de torturadores.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Geralmente, essas pessoas se revezam e chegam a cuspir nos torturados, além de xingamentos que são comuns durante os atos nojentos. O objeto disso é muito óbvio: desestabilizar os oponentes. E há quem diga que o torturador sente prazer nisso. Vai entender!

11 – Ingestão de Insetos

É um método de tortura exótico, vai. Acontece quando os torturadores introduzem insetos pelas gargantas dos torturados. Simples assim. O fato é que as bocas dos prisioneiros ficam cobertas de besouros vivos e até mesmo baratas. Nojento!

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Em casos mais extremos e sem pudor algum, até ratos eram colocados na boca dos torturados. Outras vezes, os insetos e roedores eram introduzidos no ânus enquanto quem sofria ficava em quartos escuros. Esses quartos podiam conter cobras e outros animais peçonhentos. 

10 – Empalamento

Você sabe o que é empalhamento quando a gente fala de animais, certo? Agora, talvez não tenha conhecimento do fato de que essa é uma técnica que vem do século XIII. Era um método usado por uma figura conhecida como conde Vlad, da Valáquia.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

O que acontecia era o seguinte: ele inseria uma estaca no ânus do prisioneiro, de fato que atravessa o corpo todo até a morte. Já em outros países, como no Brasil, o método foi modificado, inclusive, na época da ditadura.

Assim, os torturadores inseriam cassetes com pimenta no ânus dos torturados até que perdessem a consciência.

9 – Banco da Tortura

Pense em uma mesa grande de madeira e com dois rolos em cada uma das extremidades. Agora, leve em conta que os pés eram amarrados em um rolo e as mãos no outro. Quando a tortura começava, os rolos se distanciavam, esticando o corpo de quem era torturado.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Era um método que servia para que as pessoas descobrissem “verdades”. E considere que de tanto o corpo esticar, as articulações descolavam, logo, havia uma morte lenta e dolorosa.

8 – Máscara da Infâmia

Foi um objeto usado por muito tempo durante os anos de 1.500 na Escócia. Ele era aplicado em mulheres que falavam demais. Elas eram trancadas em uma espécie de gaiola de ferra, onde algumas placas cortantes ficavam presas a boca.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, qualquer movimento resultaria em cortes imediatos e sangramentos. Essas mulheres eram obrigadas a sair na rua dessa forma, para que servissem de exemplo para as outras mulheres.

7 – Pau-de-Arara

Acontece com uma suspensão do preso em barras de metal ou de madeira. Essas barras eram enfiadas entre as pernas e os braços dobrados, fazendo com que o torturado ficasse em uma posição bastante dolorosa.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, o preso ficava com a cabeça para baixo o tempo todo e tinha as narinas preenchidas com querosene ou tampadas enquanto mangueiras eram introduzidas com água corrente na boca deles.

6 – Mutilação

Se você notar, vai ver que estamos chegando em técnicas cada vez mais obscuras e inacreditáveis. Então, se está achando o assunto pesado demais é hora de você fechar a tela porque daqui por diante os tópicos ficarão cada vez piores.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

A mutilação dos testículos e das unhas também é uma técnica comum até hoje. E dá para ver variações dela, como quando os testículos são amarrados com barbantes, pedaços de madeira e tijolos. Então, o saco escrotal é golpeado diversas vezes.

Há casos onde ele é esmagado com alicate e na ditadura militar do Brasil houve relatos sobre o uso de alicates para arrancar unhas dos torturados ou agulhas finas. Esse tipo de dor é algo que é impossível de ser explicada em palavras.

5 – Roda do Despedaçamento

É outra das torturas inacreditáveis que você vai ver hoje. Estamos diante de uma roda de madeira grande, onde era usada como base para acorrentar um prisioneiro, que ficava de costas para ela.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

Então, abaixo da roda era acesso um fogo e a roda girava sobre ele. Ou seja, era uma espécie de “roleta de churrasco” só que feito com gente. Em alguns casos, há ainda o conto de que ao invés do fogo, as pessoas usavam objetos pontiagudos para mutilar o preso.

Havia também a roda que era elevada ao alto e a pessoa era golpeada com martelos, de modo a ter ossos quebrados. A ideia, nesse caso, era servir como pena de morte.

4 – Escafismo

Na Pérsia Antiga, o escafismo era um método de tortura. A pessoa era colocada nua em um bote e coberta por outra embarcação igual, de modo que não podia se mover. Assim, ela era forçada a ingerir mel e leite para que desenvolvesse a diarreia.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

O mel também era jogado em outras partes do corpo, o que atraia animais, como insetos. E assim, a pessoa era deixada flutuando em águas paradas ou no sol, sendo que os vermes chegavam logo, como formigas e moscas, devorando a carne exposta.

3 – Dama de Ferro

Você já ouviu falar desse nome? Ele foi muito comum durante a Idade Média. E é muito simples entender: o prisioneiro era acorrentado em um sarcófago que tinha a estampa da Virgem Maria.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

No interior, havia cravos de ferro e ao fechar o sarcófago os cravos entravam na pele do torturado. Agora, eles eram posicionados de modo a não acertar órgãos vitais dos presos, sendo que a ideia era que a vítima morresse devagar, pela insuficiência sanguínea.

2 – Forquilha do Herege

Foi um instrumento usado durante a época da Inquisição. O que temos é uma vara de metal que tinha um pino em cada uma das extremidades. Então, na região de cima ele formava um garfo que era colocado no queijo do torturado.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

A parte debaixo fazia pressão contra o osso do esterno. Assim, a vítima tinha que ficar com a cabeça erguida o tempo todo, já que o movimento para cima ou para baixo ou para os lados poderia resultar na morte imediata – porque o garfo penetrava a mandíbula

Outros instrumentos usados foram a Aranha Espanhola, que eram garras de metal que eram aquecidas e usadas para retirar as mamas das mulheres, além da Pêra, que era um aparelho que era introduzido no ânus, na vagina ou na boca e era aberta lá dentro, causando danos.

1 – Manivela Intestinal

É uma das formas de tortura menos conhecidas do mundo, mas das mais assustadoras. Nesse caso, a vítima era amarrada em uma mesa e os torturadores faziam um corte no abdômen da pessoa. Depois, ela separava o intestino delgado, o fundo do estomago e ligava na manivela.

As 14 formas de torturas mais chocantes de todos os tempos
Foto: (reprodução/internet)

É a manivela que iniciava a retirada, centímetro por centímetro, do intestino delgado, que chega a ter até 6 metros. A vítima via tudo isso, de forma consciente, o que fazia que a morte chegasse em breve, devido a dor e a insuficiência sanguínea.

O que é a tortura

E como fins de curiosidade, vamos fechar o texto comentando sobre o que é a tortura. Leve em conta que temos uma definição que diz que é “prática cruel e criminosa, geralmente desumana e brutal, de obter informações ou causar sofrimentos em outras pessoas.

Recentemente, a gente também tem visto outras formas de tortura que não são físicas, como a psicológica. Nesse caso, por exemplo, a conduta ilícita está em ameaçar ou violentar outras pessoas, causando danos mentais ou físicos.