Anorexia e Bulimia – Entenda a diferença e as consequências

ANÚNCIO

Esses temas já foram assuntos de novelas, séries e filmes. O motivo tem a ver com a importância dele na nossa atualidade. E, afinal, são doenças que podem ser tratadas e que possuem cura. O problema que ambas têm a ver com a alimentação e confundem muita gente.

Por exemplo, você saberia dizer o que é exatamente a anorexia e o que é a bulimia? Parece que é a mesma coisa, mas não é. E o diagnostico exato também vai resultar em um tratamento mais assertivo. Por isso, é importante conhecer as diferenças e não apenas quem é o médico ideal.

ANÚNCIO
Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

A alimentação como causa das doenças

De todo modo, a gente vai começar com as semelhanças entre as doenças. Inclusive, saiba que o correto mesmo é a gente falar em distúrbio. Ao menos, no linguajar mais técnico, essa expressão indica melhor a situação.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

E o fato é que são transtornos, doenças ou distúrbios onde as pessoas possuem problemas em lidar com a alimentação. Em um segundo momento, isso também acaba sendo causado por fatores psicológicos e de imagem. Mas, a alimentação sempre tem um peso adicional.

Agora, vamos supor uma situação real e dolorosa: você acha que está acima do peso que seria o ideal para você. Ponto. A partir dessa simples afirmação, o que é que você faz? Se você deixa de comer você pode ter a doença. Se come e depois força o vômito, também.

ANÚNCIO

A principal diferença entre anorexia e bulimia

Só para que você não ache que a nossa ideia é “enrolar” você aqui no texto, vamos trazer já a definição da principal diferença entre os dois distúrbios. Porém, não deixe de ler o texto até o fim porque vamos falar das causas, tratamentos e outras informações importantes.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Basicamente, a anorexia acontece quando a pessoa deixa de comer com medo de engordar. O mais espantoso é que, quase sempre, essa pessoa já está abaixo do peso que seria ideal. Mas, não que essa seja uma regra, ok?

Já na bulimia, a pessoa acaba comendo tudo o que deseja. Porém, ela força um vômito nada espontâneo logo em seguida, se culpando pelo feito anterior ou com remorso. A causa é a mesma: o medo de engordar. Agora, vamos entender as individualidades de cada situação.

A Anorexia

É um transtorno alimentar, psicológico e de imagem. Ou seja, a pessoa se vê gorda, mesmo abaixo do peso ou mesmo no peso ideal ou quando está somente um pouco acima do peso. Por isso, ela busca uma saída que não é recomendada.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Ela pode deixar de comer ou simplesmente comer muito pouco, não sendo suficiente para ter uma disposição energética suficiente para o seu dia a dia. O resultado você pode imaginar: desnutrição e todas as possíveis consequências disso.

Agora, um fato curioso que estudiosos tem notado é que há algumas características comuns nessas pessoas. Elas sempre estão de dieta, elas contam as calorias dos alimentos que comem de forma metódica, elas praticam exercícios só para emagrecer e dizem não ter apetite.

Outros sinais da anorexia

Além desses sinais um tanto quanto “novos” que os estudiosos têm notado, a gente também pode mencionar aqui outras curiosidades, que podem ser verdadeiros sinais de que alguém está sofrendo desse distúrbio.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, quando a pessoa tenta esconder o problema. Assim, ela acaba fingindo que come na frente das pessoas, mas não comece longe delas. Elas evitam almoços e jantares em grupos, como com amigos ou famílias.

E tem como ver sintomas que são mais difíceis de serem notados, mas que podem acontecer, como é o caso de sintomas que ausentam a menstruação no caso das mulheres, ou que causam prisão de ventre excessiva ou dores abdominais e até mesmo muito frio.

A Bulimia

A bulimia também é um transtorno alimentar, só que é mais comum de acontecer no caso de pessoas que estão um pouco acima do peso e não é comum em quem está abaixo do peso, mesmo que possa acontecer. De todo modo, a pessoa quer perder peso.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

E o que acontece é que ela, por diversos fatores, não deixa de comer aquilo que gosta ou sente vontade. Porém, tem a sensação de arrependimento logo em seguida. O vômito após as refeições é apenas uma das características.

Já que essas pessoas que sofrem de bulimia também são excessivas na prática de atividades físicas intensas e sem parâmetros. Sem contar que fazem usos constantes de laxantes para evitar o ganho de peso.

Outros sinais da bulimia

Para observar alguém que está com a doença, o ideal é notar se ela quer perder peso mesmo quando não precisa disso ou quando tem vontade exagerada de comer alimentos e em seguida vomita. Note isso ao perceber que ela sempre vai ao banheiro após comer.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Também é muito comum que essas pessoas tenham tendências a serem ansiosas e terem sentimentos como o de angústia, de culpa, de arrependimento, de medo, de vergonha. 

Outros sinais podem ser o de alterações nos dentes, sensação de fraqueza, tontura, inflamações constantes na garganta, dores abdominais, inchaço nas bochechas. Com isso, a gente consegue encontrar boas diferenças entre os distúrbios, veja abaixo.

Diferenças específicas entre Anorexia e Bulimia

Vamos tentar pontuar aqui as principais diferenças específicas entre esses distúrbios porque abaixo vamos falar também dos tratamentos e entender de qual doença estamos falando ajuda.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

A anorexia é quando a pessoa deixa de comer. Ela geralmente está abaixo do peso. Ou seja, tem uma imagem distorcida de si própria. É comum em adolescentes. É mais comum em pessoas introvertidas. Causa ausência de menstruação e de atividade sexual. Comum em pessoas obsessivas, depressivas e ansiosas. 

A bulimia é quando a pessoa continua comendo exageradamente, mas se arrepende. Geralmente, está um pouco acima do peso. Começa na fase adulta, após os 20 anos. Comum em pessoas extrovertidas, mas que passam a ter oscilação no humor, medo, vergonha e culpa.

O Transtorno de Compulsão Alimentar

Na lista de distúrbios alimentares, a gente também pode mencionar o transtorno de compulsão alimentar, que está entre uma das doenças mais comuns no mundo. O que acontece é que as pessoas perdem o controle sobre o consumo de alimentos.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Portanto, acaba sendo o oposto da anorexia e da bulimia. Assim, a compulsão acaba resultando em comportamentos que tentem compensar esse ato falho, como exercícios físicos em excesso ou jejuns excessivos.

É mais comum de acontecer em pessoas que tenha doenças de obesidade. Culpa, vergonha, medo e angústia também fazem parte desse quadro.

Outros distúrbios alimentares (menos comuns)

Para fins de curiosidade, saiba que além desses 3 distúrbios que citamos acima, ainda existem outros que são bem menos comuns, mas acontecem. A hipergrafia, por exemplo, é um transtorno mental e o paciente tem traumas. Ele pode ter ganho de peso rápido, por exemplo.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

A ortorexia nervosa tem a ver com a obsessão por alimentos saudáveis e nutritivos, sendo que é algo exagerado demais, fora do aceitável como comum. Assim, a pessoa fica presa a esse cenário e acaba sempre ficando insatisfeita com o corpo que tem.

Tem ainda a alotriofagia, chamada de síndrome de pica, que é quando se consonem substâncias que não são nutritivas. Ou seja, a pessoa come batons, tijolos, carvões, etc. É um desejo que também vem do transtorno mental.

O tratamento de transtornos alimentares

Independente do caso, saiba que os tratamentos desses transtornos alimentares não são nada simples. A primeira dificuldade está em saber que os pacientes não costumam aceitar bem que, de fato, precisam de um tratamento.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Outra coisa é que ele não é feito somente por um médico. Sempre tem que haver uma equipe multiprofissional por trás, que conta com psicólogos, nutricionistas, terapeutas. Por isso, em alguns casos mais extremos, a internação hospitalar pode se fazer necessária.

Portanto, observe que raramente é a própria pessoa que vai identificar que está precisando dessa ajuda clínica. Assim, se você está lendo esse artigo e acha que tem um amigo ou alguém nessa situação, talvez o primeiro passo precise ser dado por você.

Como ajudar alguém com distúrbio alimentar

E como vimos, a família e os amigos, realmente, possuem papel importante nessa hora. Portanto, se há algumas boas dicas para esse momento, nós destacaremos agora. A primeira coisa é entender o assunto, como você está fazendo agora. Depois, seja alguém que se importa com a pessoa.

Anorexia e Bulimia - Entenda a diferença e as consequências
Foto: (reprodução/internet)

Vá em busca de momentos felizes com quem está sofrendo com os distúrbios e isso não precisa estar relacionado a comida, ok? Evite repreender a pessoa. Mas, ao contrário, tenha paciência e saiba ouvir. Ser um exemplo é um bom começo e acompanhar o amigo ou o familiar, também é. 

Os distúrbios alimentares podem acontecer com quaisquer pessoas

E só para a gente terminar o texto e você realmente notar a importância dele, saiba os distúrbios tratados aqui no texto não são raridade de uma parte da população ou algo assim. Na verdade, eles são mais comuns do que você pensa e até em famosos. 

A gente pode citar uma lista das celebridades que já admitiram em público que sofreram de algumas dessas doenças. Vamos lá: Lily Collins, Demi Lovato, Anahí, Jessica Alba, Hilary Duff, Lady Gaga, Kesha, Lily Allen e até as brasileiras Cássia Kiss e Débora Nascimento. 

ANÚNCIO